Como um edulcorante é aprovado para uso em alimentos e bebidas na Europa?

Caterina
Silves

A autorização e as condições de utilização de todos os aditivos, incluindo os edulcorantes, são regulamentados pela UE. Os pedidos de aprovação de edulcorantes devem conter ensaios de segurança exaustivos sobre o uso do edulcorante e apresentar um dossiê com todos os detalhes técnicos para a avaliação.

Uma vez recebida toda essa informação e, em caso afirmativo, a Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) determina a sua Ingestão Diária Aceitável (ADI). A ADI estabelece a quantidade que pode ser consumida diariamente durante toda a vida.

Na sequência da publicação de um parecer científico favorável da EFSA, a Comissão Europeia elabora um projecto de proposta de autorização. A obtenção assegura que o edulcorante seja totalmente seguro e que seja permitido no mercado da União Européia.

    Scroll To Top